dicas infalíveis para aprender um novo idioma sozinho

Desde criança queria ser poliglota. SÉRIO, desde criança. Não fazia ideia que o nome era “poliglota.” Só sabia que queria falar mais línguas do que eu pudesse contar. 

Meu primeiro idioma foi o inglês. E depois de alguns anos (imagine aqui uma gama de experiências traumáticas + incríveis com os estudos) consegui a fluência.

No início, não tinha a noção que conseguia falar aquele idioma tão bem. Entendia, escrevia, lia, falava e pra mim, não era como se fosse grande coisa, era muito natural. 

Saber outra língua abre portas pra mundos que você nem imagina, sabe aquela coisa que tá ali o tempo todo e você não viu? Foi assim comigo, com as músicas, com os filmes, com as centenas de conteúdos incríveis que agora eu poderia ter, os livros que não era traduzidos para o português, ver seriados sem legenda.

Eu havia colocado na cabeça que “você vai conseguir a fluência quando compreender uma letra inteira do Eminem.”  Acontece que, idioma é cultura, é saber o porquê daquela palavra ter sido usada naquele contexto, é assim que você sabe que tem fluência. Quando finalmente consegui entender e sentir exatamente o que o rapper queria passar em uma das músicas mais rápidas já cantadas, RAP GOD, eu gritei alto, eu consegui!

Mas, eu já tinha conseguido há muito tempo.

Depois veio o francês. E agora o japonês. 

 

Você não precisa gastar horrores com um curso de idiomas. Calma, vou te dizer como aprender sozinho, em casa.

 

a curiosidade não matou o gato

Você vai chegar muito, muito longe se for curioso. O primeiro passo é sair ”empurrando tudo com força.” Queira e procure. Seja um explorador da língua. Procure todo tipo de conteúdo que conseguir encontrar, na internet, nos livros. Existem hoje dezenas de aplicativos, você tem um idioma na palma da mão. Revistas, quadrinhos, artigos, músicas, vídeos no youtube, a propósito, essa é uma ferramente EXTREMAMENTE INCRÍVEL, você vai encontrar de tudo no Youtube.

Ser curioso sobre o idioma é colocar teu celular em inglês, mesmo sem saber absolutamente nada. É abrir mão da comodidade do dublado, e passar logo pro legendado. É não ter vergonha de falar o pouquinho que você aprendeu com alguém que já sabe mais que você. Deixa a vergonha de lado. Fale, fale, fale e fale.

Agarre as oportunidades. Isso foi o que me colocou frente à frente com a realização do sonho de falar várias línguas, aproveitar as oportunidades.

Leia sobre os assuntos que realmente te interessam. Você não precisa ler gramática o tempo todo, pode ler a legenda nas fotos dos gringos e tentar identificar algo. Os comentários nas redes sociais, é uma linguagem muito “despojada” e nada “engessada” como a língua que aprendemos metodicamente nas escolas de idiomas.

não pare de aprender

Contentamento é um inimigo quando falamos de idiomas. É que sempre vai ter mais palavras, mais gírias, expressões idiomáticas, sempre vai ter mais e mais e mais. Essa dica é uma extensão da anterior.

Uma vez que você já tá falando algumas coisinhas, tá na hora de ir pro próximo nível, depois próximo, depois o próximo.

Quando assisto Grey’s Anatomy por exemplo, meu vocabulário médico vai lá pro topo. Não preciso anotar as palavras ou ficar repetindo-as fora da minha realidade.  Mas, é importante pra mim saber que quando ouvir algo tipo “Crash cart” eles estão falando daqueles carrinhos de emergência pra quem tem parada cardíaca.  E não de um na tradução literal carrinho de batida.

séries, Filmes e Música

Esse é o melhor jeito de você entrar em contato com a cultura da língua, tirando a parte de ir para o país hahaha, não é fácil conseguir viajar para os Estados Unidos ou pra França e fazer um curso de intercâmbio ou morar com famílias de lá. Então, temos essa outra maravilhosa, incrível, perfeita alternativa.

Séries são divertidas e prendem tua atenção. Colocar a legenda na sua língua e ouvir o idioma pronunciado pelos nativos, com todas as expressões, ritmos, gírias, e mais você VENDO o contexto em que as palavras são usadas, não tem nada melhor. Uma dica é começar com séries curtinhas e levinhas.

 

New Girl tem 22 minutos cada episódio, é cômica, fácil de entender, e cativante. Vai dar um super UP no teu inglês.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A vida na delegacia de polícia do Brooklyn não é nada fácil. O que vai ser fácil é a quantidade de coisas que você vai aprender a cada episódio dessa série.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode encontrar listas na internet com mais séries para aprender inglês. Desenho animados ou cartoons são incríveis, a maioria tem aquela línguagem bem infantil, pra começar é ótimo, no Youtube você pode encontrar ícones como As meninas poderosas  (The powerpuff girls) , os episódios da saga da Barbie, e até Todo mundo odeia o Chris (everybody hates Chris)

Se quer aprender japonês, os animes são incríveis pra isso. Aprendi muita coisa só assistindo Naruto, dá pra acreditar? É um ótimo anime pra quem quer começar, não existem muitas expressões complicadas e a trama é fácil de se entender.

Sobre os filmes, você pode começar por categorias, é assim que eu dividia os que eu assistia quando tava aprendendo inglês. Comédia, romance, ação, trash movies (que são aqueles bem bobões mesmo, tipo As Branquelas) Com os filmes as opções são ainda mais vastas, você pode baixar áudio original e legenda em Italiano por exemplo.

Comece por aqueles que você já conhece a história. Não vai se aventurar em uma trama super comprida e complicada tipo O senhor dos Anéis. Cheio de vocabulários sobre magia e coisas que você não vai precisar usar ainda.

Uma dica, os filmes da Disney podem ser uma boa opção.

Tangled, by Disney.

 

 

 

 

 

 

 

Finding Nemo, by Disney

 

 

 

 

 

 

 

 

Na música, é só se jogar mesmo. Escute muito, escute o tempo todo, procure as traduções, ou melhor, procure o que os gringos estão comentando sobre a música. Usa tuas redes sociais pra isso. Monte playlist com as suas favoritas!

tudo tem seu tempo, você tem seu tempo

Nada de querer apressar as coisas. Nada de estagnar. Não fica preocupado com o avanço que você não tá tendo. Você tem seu próprio tempo de aprendizado, você tá testando novos métodos, tá aprendendo, e ninguém aprendo do dia pra noite. Então, paciência é a dica. 

Não é sobre o tanto de frase que você consegue escrever, ou todas os pronomes que aprendeu, ou se sabe conjugar os verbos. É mais que isso, então, não desamina, você tá indo bem.

todos os dias

Não é dia sim, quatro não. Aprender um idioma é muito sobre persistência. Todo dia, tire um pouquinho do seu tempo pra revisar, pra ler sobre algo naquela língua, pra escrever uma receita sei lá, ou mandar uma mensagem com uma frase inteira no grupo de família, algo positivo. Tenha contato diário com a língua.

Se apaixone pelo que você tá aprendendo. Quando a gente tá apaixonado, a gente trata aquilo como prioridade. Tenha foco, pensa no prazer que você vai sentir quando começar a falar sentenças inteiras, ou entender algo que SÓ VOCÊ tá entendendo, ou sobre como sua mente vai se expandir todos os dias.

leia e escreva

Tenta ler e tenta escrever também.

Vamos dividir isso em: ouvir, falar e reproduzir da forma que você pensa para o mundo. Comunicação tem tudo a ver com expressar-se. Pensa como você e não como os outros.

Leia para ter uma melhor visão de tudo, e pra aprender a escrever também.

Pensa que você não vai precisar fazer um monólogo ou um TCC em francês, mas, vai precisar digitar um e-mail, ou uma legenda pra uma foto, ou uma mensagem pro teu amigo que mora em Paris. Você vai precisar ler cardápios quando for naquele restaurante que sempre sonhou em conhecer.

Não é impossível. Nada é! E principalmente quando você coloca dedicação e o coração no negócio. Espero em alguns anos estar fluente no japonês, no árabe, no italiano… E quem sabe o que mais eu vou querer aprender. A gente tá aqui agora, e tá aqui pra isso, pra evoluir, pra conhecer, pra melhorar.

Vou deixar o link de  vídeo do TedxTalks. Como aprender qualquer língua facilmente.

O vídeo é em inglês, entretendo, você pode encontrar legendas em 6 línguas, inclusive o português.

Você consegue.

37 comments Add yours
  1. Adorei as dicas!!! Meu inglês foi aprimorado rapidamente porque eu sempre consumi MUITA coisa nessa língua. Minha meta hoje é aprender japonês e coreano, mas por enquanto ando sem tempo até pra estudar em casa… Mas pretendo mudar isso! Parabéns pelo post

    Xoxo,
    Abby
    Blog Linhas Tortas

  2. Ainda tenho que me policiar para praticar todos os dias, acabo dando prioridades para outras coisas, e deixo esse detalhe para depois. Aff. Mas as série e filmes me ajudam muito mesmo. Bjs

  3. Realmente quando se aprende uma nova língua as portas do mundo se abre, pois nos dias de hoje aprender uma nova língua é essencial principalmente na hora de procurar emprego, gostei muito do seu post, os filmes, séries, músicas sempre são de uma ajuda pra quem quer aprender um idioma, bjs.

  4. Eu adorei as suas dicas! Eu tô querendo aprender Inglês e Japonês, só que a dedicação passa meio longe quando temos que aprender sozinhos.
    Eu vou por suas dicas em prática e me esforçar mais! Que dicas você da de sites pra aprender japonês?

  5. Cara, eu fiz curso de línguas a vida toda e isso me ajudou muito (falo inglês, espanhol, francês, alemão e italiano fluente) mas admito que se eu ficasse SÓ com aquilo na escola, não teria chegado em lugar nenhum. Eu mudava a minha playlist pra escutar só músicas nessas línguas, via filmes com essas línguas e como meu pai também fala todas elas, tínhamos um acordo de fazer dias temáticos onde só falávamos em outro idioma o dia todo, me ajudou muito. E tem um App, o Tandem que ajuda muito nessa coisa de aprender idiomas novos!

    1. Eu curto muito usar apps, fui pesquisar esse que você disse kkk mano se orgulha muito de falar 5 línguas, eu vou ser um NOJO quando falar tudo que quero

  6. Oi, tudo bem?

    Amei esse post, pois semana passada havia baixado um aplicativo chamado: duolingo , para aprender ou tentar aprender uma nova língua . Ver essas dicas foram maravilhosas e essa postagem está bastante rica e completa para mim.

  7. Adorei o seu post , eu aprendi inglês sozinha , e hoje falo e escrevo fluentemente a língua graças a muitos filmes , séries e principalmente música e comecei a falar inglês bastante nova , criança ainda … aperfeiçoei mais tarde na escola , mas já tinha bastante conhecimento da língua .

  8. Olá, tudo bem?

    Sabe quando você encontra um conteúdo que precisava ler? Então, aconteceu isto com seu post. Eu sempre disse “quero aprender inglês”, mas nunca me movimentei para nada. Sempre me acomodei e fui deixando passar. Esse post foi como um estímulo e com certeza me deu a força de vontade que eu precisava para iniciar meu contato maior e começar a aprender sozinha. Vou separar uma hora do meu dia para iniciar minhas pesquisas e quero um dia poder finalmente entender um contexto sozinha, sem precisar ficar traduzindo na minha mente o que aquela palavra significa. Obrigada por esse post, eu precisava dele!

    Beijos!

  9. Coisa linda esse post para levar para vida.
    Sempre amei inglês e esse ano decidi fazer/ começar pelo básico na faculdade. Isso porque apesar de sempre gostar muito da língua os professores na época de escola deixavam a desejar. Então, era somente eu e a música e outras coisas. Porém, durante muito tempo deixei de estudar inglês (mesmo que por minha conta) para me dedicar ao meu curso de Letras, daí a necessidade de começar do zero. Me sai bem, exceto na prova oral justamente por causa insegurança e do medo. Fui péssimo e o que mais me frustrou foi saber que tudo aquilo eu sabia, pois gosto de treinar sempre, mas na hora, travou.

    Então vale muito suas dicas.
    Bjão,
    ~ Diego França |
    Blog Vida & Letras ~
    http://www.vidaeletras.com.br

  10. Amei sua dica! Eu assisto algumas séries que eu gosto com legenda, mas nunca tinha olhado por essa ótica. Como eu trabalho no ramo da beleza, assisto pra aprender a pronuncia dos produtos corretamente e não ficar pagando mico kkkkk, mas nunca tinha percebido que realmente poderia aprender o idioma por completo! Tudo realmente é questão de foco: se consigo aprender palavras “soltas” por quê não o idioma por completo? Vou tentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *